O que é e como funciona o dropshipping no e-commerce?

Em tempos onde há cada vez mais e-commerces surgindo e aumentando a concorrência para os médios e pequenos varejistas, a estratégia de dropshipping se tornou uma possibilidade e vem trazendo bons resultados a muitos negócios. Por isso, meu amigo leitor, escrevi este artigo baseado nas experiências que temos com os clientes do nosso hub de transporte digital e que fazem Dropshipping. Explicarei o conceito e quais as vantagens e desvantagens de implementá-lo em sua empresa.

Conceito de Dropshipping

Afinal de contas, o que é dropshipping? É uma estratégia onde o vendedor trabalha sem estoque nenhum, ou seja, os produtos ficam armazenados direto no fabricante ou nos fornecedores. 

Atualmente, o dropshipping já é muito utilizado e muito discutido, através dele, você pode disponibilizar diversos produtos para a venda sem de fato tê-los em estoque. Quando alguém comprar o produto, você entra em contato com o fabricante ou fornecedor e ele é que envia o produto direto para o cliente.

Quais as maiores vantagens dessa técnica?

Menos dinheiro investido para começar a empreender

Provavelmente, a maior vantagem do dropshipping é esta, sem precisar fazer grandes investimentos iniciais com estoque, é possível iniciar uma bem-sucedida empresa com menos dinheiro do que é feito usualmente.

A estratégia faz com que a empresa não precise de um armazém e funcionários para mantê-lo, movimentação e embalagem de pacotes, o que obviamente reduzirá os custos operacionais.

Melhor flexibilidade de localização regional

Já que o que você mais vai precisar é ter acesso ao cliente e depois ao fornecedor, desde que tenha uma boa conexão com a internet, é possível gerir seu negócio de dropshipping em qualquer lugar do mundo!

Se você encontra dificuldades em um local para armazenar seus produtos, preços de aluguéis exorbitantes e logística complexa na região em que vive, o dropshipping é a solução para todas essas questões! 

Fácil escalação do seu negócio

Se você tem uma empresa tradicional, sabe que se aumentar as vendas, aumentará, proporcionalmente, o trabalho e o investimento. No entanto, em formato dropshipping, a sua empresa não precisará se preocupar com questões de processar os pedidos ou embalagem, esse trabalho fica por conta dos seus fornecedores, então escalar seu negócio será mais rápido e fácil.

Uma abrangência maior de produtos

Já que você não precisa ter o produto em estoque para vendê-lo, fica mais fácil oferecer alguns itens menos procurados, por exemplo. É só encontrar um fornecedor que tenha estoque desses produtos que você pode facilmente colocá-lo à venda no seu e-commerce.

Como nem tudo são flores e surpresas não são boas no mundo dos negócios, vamos às desvantagens.

Desvantagens do dropshipping

Margem de lucro menor

Por se tratar de um nicho altamente competitivo, os lucros baixos são a maior desvantagem de operar com dropshipping. Para cobrir custos baixos, alguns produtos são ofertados com preços menores e para lucrar, às vezes é necessário um volume de vendas extremamente alto.

Sua empresa acaba sendo afetada por isso, tendo que realizar um volume muito alto de vendas para conseguir algum lucro significativo. E pode ser que o seu negócio, principalmente no começo, encontre dificuldades em fazer isso. 

Problemas com estoque de fornecedores

É fato que fazendo estoque dos seus produtos, fica mais simples controlar quais itens estão dentro e fora de estoque. Mas quando você trabalha com giro de mercadorias que não é você que controla, que também atende à outras empresas, as mudanças de estoque são inevitáveis.

Mesmo existindo maneiras de sincronizar o inventário do seu negócio com os de fornecedores, isso nem sempre garante perfeição, causando atrasos na entrega, por exemplo, e chateando o cliente final.

A dica de ouro é escolher bem o fornecedor que posteriormente se tornará seu parceiro.

Complicações no envio

Ter um cálculo de frete preciso já é algo complicado em um e-commerce no modelo tradicional com um ponto de origem. A situação fica um pouco mais complexa quando há outros pontos de coleta envolvidos e quando a empresa que emitiu a nota fiscal não é a mesma do endereço onde foi coletado.

Visto que o dropshipping visa envolvimento com mais de um fornecedor, provavelmente os envios dos produtos comprados em seu e-commerce irão passar por vários remetentes, com remessas diferentes, o que pode complicar os custos ou as questões fiscais.

Felizmente, já existem tecnologias no mercado que atendem esse gap, como o nosso hub de transporte digital, que possibilita que o e-commerce parceiro tenha o cálculo de frete preciso e considerando todos os pontos de origem das mercadorias e em conformidade com a lei.

Erros do fornecedor

Ao optar pelo dropshipping, é possível que você se encontre em situações que não é culpado de nada, mas acaba tendo de arcar com as consequências de erros de fornecedores do mesmo jeito, afinal, erros acontecem. E, para o cliente, quem precisa assumir a responsabilidade, pedir desculpas e resolver o problema é você, pois a você que ele confiou a compra. 

Outro ponto que é importante mencionar é que no dropshipping, quem embala os produtos é seu fornecedor e isso precisa ser combinado, normalmente você pagará por este serviço e pela embalagem. Certifique-se que a embalagem terá a sua marca, este é um ótimo momento para divulgá-la.

A boa notícia é que problemas acontecem, mas uma boa resolução com um atendimento atencioso irá minimizar este impacto. Problemas acontecem, a maneira que você os resolve te diferencia da maioria.

Quando se fala em dropshipping, há quem diga que o conceito só é aplicável a sites como Ebay e AliExpress, com produtos importados. Mas não, você pode fazê-lo com produtos nacionais, ou, com distribuidores nacionais localizados em pontos estratégicos para seu negócio. Por exemplo, você pode encontrar um parceiro para o dropshipping que esteja localizado na mesma região que seu público e ofertar um frete mais atrativo, com valores mais baixos e possivelmente, com entregas same day e next day.

Dúvidas sobre o dropshipping ou sobre como nosso hub pode te ajudar a executá-lo? Deixe um comentário.

Outros links úteis:

Líder de marketing e autor no blog da Frete Rápido, especialista em e-commerce e pós-graduado em marketing estratégico digital. A Frete Rápido é o primeiro HUB de transporte digital da América Latina, conecta embarcadores, empresas B2B, B2C e D2C, como indústria e-commerce e varejo, a transportadoras para que façam negócio entre si. Além disso, automatiza os processos da Pré-venda, Pós-venda, Gestão e Tracking.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Frete Rápido utiliza cookies para melhorar sua experiência. Ao usar o site você concorda com nossa Política de Privacidade.